notícias

Indústrias Copagril mantêm alto padrão de qualidade na produção de rações

08/01/2020

Indústrias Copagril mantêm alto padrão de qualidade na produção de rações
Uso do espectrofotômetro NIR na avaliação das amostras recebidas

Assim como as indústrias de alimentos para o ser humano, as que produzem alimentos para animais estão cada vez mais comprometidas com a qualidade dos produtos ofertados, visando sempre seguir as legislações, atender bem os clientes e atingir as metas de produção dos animais.

Na Cooperativa Agroindustrial Copagril, uma das ferramentas utilizadas para alcançar os melhores resultados é a aplicação das Boas Práticas de Fabricação, que correspondem aos procedimentos operacionais de higiene e sanitários, regidos pela Instrução Normativa 04 de 2007, que envolve todo o processo produtivo, desde a obtenção de matérias-primas até a distribuição do produto final, com intuito de garantir conformidade, qualidade e segurança dos produtos destinados à alimentação de animais de produção.

O processo de fabricação de rações com qualidade começa na aquisição das matérias-primas. Já nesta etapa devem-se ter padrões de qualidade para o material a ser comprado; escolher fornecedores autorizados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e aptos a fornecer em quantidade e qualidade; fazer uma boa amostragem dos insumos na chegada na indústria, para que seja representativa do lote; e realizar a avaliação dos níveis em laboratório.

Hoje a Copagril conta com Espectrofotômetro NIR, equipamento que realiza análises bromatológicas de forma rápida e eficiente dando mais segurança e confiabilidade no recebimento dos ingredientes. Uma maté- ria-prima de boa qualidade certamente resultará em uma ração de boa qualidade, por isso o processo de compra, recebimento e inspeção é extremamente rigoroso nas indústrias. Os funcionários que fazem as coletas são treinados e capacitados regularmente para compreender e realizar suas atividades de acordo com as normas.

Produção

O processo de produção envolve as matérias-primas adquiridas, a estrutura e os equipamentos que devem ser adequados e eficientes. A estrutura construída deve permitir o controle eficiente de pragas, a higienização adequada dos locais e que seja capaz de preservar a qualidade, um ambiente adequado para produzir com qualidade e segurança.

Os equipamentos da fábrica de rações devem ser de fácil e completa higienização e desinfecção, mantidos em bom funcionamento e de uso exclusivo para a fabricação de ração.

No processo produtivo existem inúmeros controles, a fim de garantir uma ração padronizada, com uma adequada moagem dos ingredientes, dosagens precisas atendendo as exigências da formulação, mistura homogênea, processo térmico eficiente, acondicionamento e expedição da ração. A dosagem e a pesagem dos ingredientes deve ser a mais precisa possível, pois só assim os níveis estabelecidos na formulação serão reproduzidos na ração e comprovados por meio de análise laboratorial.

Também são tomadas medidas eficazes para evitar a contaminação cruzada (como é chamada a mistura de produtos diferentes) entre as rações e matérias-primas, considerando as instalações, equipamentos, funcionários, uniformes e utensílios em todo o processo, através de procedimentos aprovados, monitorados e verificados, garantindo a qualidade desejada.

Essa matéria foi divulgada na Revista Copagril Edição 112 (setembro/outubro). Você pode conferir o conteúdo original aqui (CLIQUE AQUI).

Fotos:


Amostragem dos insumos na chegada na indústriaIndústria em Entre Rios do OestePainel de controle na Unidade Industrial de Rações - Equipamentos e processos são automatizados, para garantir a padronização e qualidade em toda linha produzidaIndústria em Marechal Cândido Rondon

Outras Notícias:


Sede Administrativa
Rua Nove de Agosto, 700
Marechal Cândido Rondon - PR
CEP: 85960-000

Fone: (45) 3284-7500 -
Redes Sociais
SAC
Copyright® Copagril - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade Produzido por BRSIS