notícias

Produtores devem ficar alertas para surto de raiva

13/08/2019

Produtores devem ficar alertas para surto de raiva
Arquivo Copagril

O recente surto de raiva no Paraná fez com que a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) emitisse um alerta, que destaca a importância de o pecuarista vacinar seu rebanho contra a doença. Até o início de agosto, foram comprovadas 45 mortes de animais (39 dos quais eram bovinos) em decorrência deste mal. Trata-se de uma doença incurável, que ataca o sistema nervoso dos animais, levando à morte. O estado de vigilância se torna ainda maior pelo fato de a raiva ser considerada uma zoonose, ou seja, uma moléstia que pode ser transmitida ao ser humano.

De acordo com a Adapar, os focos confirmados de raiva ocorreram em diversas áreas do Paraná, mas a região Sudoeste é um dos pontos de atenção. Só no município de Ampére, foram cinco casos confirmados. Cidades próximas, como Dois Vizinhos e Santo Antônio do Sudoeste, também tiveram animais mortos em decorrência da raiva. Além de bovinos, equinos, suínos, ovinos e caprinos estão entre os mais suscetíveis.

Na jurisdição da Adapar de Marechal Cândido Rondon, que também integra Quatro Pontes, Mercedes, Pato Bragado e Entre Rios do Oeste, o último foco registrado foi em 2012, explicou o chefe local, médico veterinário Nilson de Freitas Gouveia. Mas ele reforça o alerta, em função da situação estadual, especialmente porque “a raiva é uma doença transmitida para o ser humano e é fatal, tanto para animal, como para o homem”.

“O produtor deve estar atendo para animais mordidos por morcegos, presença de abrigos de morcegos e animais com sinais da doença evoluindo para a morte, em média de um a sete dias”, ressalta Nilson ao explicar sobre os principais sinais, como sintomas nervosos (salivação, tremores musculares, andar cambaleante e paralisia) e ainda morte súbita. Situações que devem ser informadas imediatamente para a Adapar, assim como a notificação de mordedura de morcegos e presença de abrigos de morcegos na propriedade.

Nilson ressalta que a Adapar faz o controle da população dos morcegos nos abrigos cadastrados e aplicação de pasta vampiricida nos animais mordidos. “Por isso é de grande importância a notificação, o diagnóstico e controle do foco”, diz.

Se o produtor identificar um possível caso, deve fazer o isolamento imediato do animal e comunicar a Adapar. “A vacinação é obrigatória para todas as propriedades em um raio de 12 km em linha reta do foco – todos os bovinos, caprinos e equinos, com vacinação específica para cada espécie”, explica Nilson.

Em caso de suspeita, o produtor pode contatar a assistência técnica da Copagril ou ainda a unidade da Adapar de sua região.


Com informações da Adapar e equipe de Comunicação Copagril.

Outras Notícias:


Copagril é homenageada em três categorias no prêmio Região 201920/08/2019 Copagril é homenageada em três categorias no prêmio Região 2019

A Cooperativa Agroindustrial Copagril foi homenageada no último sábado (17) em três categorias no prêmio Região 2019, um dos mais prestigiados prêmios da... ...


Sistema Campo Limpo é referência mundial em destinação de embalagens16/08/2019 Sistema Campo Limpo é referência mundial em destinação de embalagens

O próximo domingo, 18 de agosto, é o Dia Nacional do Campo Limpo, uma data de referência para reforçar a importância da destinação correta de embalagens,... ...


Produtores de suínos passam por curso de capacitação para certificação14/08/2019 Produtores de suínos passam por curso de capacitação para certificação

Produtores de suínos participam nesta quarta-feira (14) do segundo dia de treinamento para certificação das unidades de produção. O curso, que iniciou na... ...


Prazo para declaração do ITR começa nesta segunda-feira12/08/2019 Prazo para declaração do ITR começa nesta segunda-feira

Os proprietários de imóveis rurais podem entregar a partir desta segunda-feira (12),a declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. O prazo... ...


LocalizacaçãoSede Administrativa
Rua Nove de Agosto, 700
Marechal Cândido Rondon - PR
CEP: 85960-000

Fone: (45) 3284-7500 -
Redes SociaisSAC
Copyright® Copagril - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade Produzido por BRSIS