notícias

Análise de solo proporciona um diagnóstico preciso da fertilidade

09/07/2019

Análise de solo proporciona um diagnóstico preciso da fertilidade
Tarciso Hentz, a esposa Marli e o filho Alex, de Quatro Pontes: correção de solo resultou em lavouras mais uniformes e melhor produtividade.

O aumento da demanda na produção de alimentos vem ganhando cada vez mais importância no cenário mundial. Neste sentido, a busca pelo aumento da produtividade e a maior intensidade de cultivo ganham espaço no cenário agrícola. Entretanto, além de produzir cada vez mais alimentos, a agricultura precisa ser sustentável.

Para produzir mais, uma das premissas é saber o que o solo pode oferecer e quais são suas principais deficiências, portanto é imprescindível saber qual é a fertilidade e o estado nutricional do mesmo.

A principal ferramenta utilizada para avaliar essas características com maior exatidão é a análise do solo, que quando bem realizada possibilita tomadas de decisão mais assertivas quanto às técnicas de manejo.

A análise do solo é fundamental para conhecer o solo a ser manejado. “Através deste conhecimento se torna possível o uso de práticas de manejo com o uso de corretivos e fertilizantes, de forma racional e mais direcionada para a real necessidade da área”, enfatiza o engenheiro agrônomo gerente da unidade Copagril de Quatro Pontes-PR, Genésio Onório Seidel.

Dessa forma, a análise de solo, além da indicação dos níveis de nutrientes presentes no solo, possibilita o desenvolvimento de um programa de calagem e adubação mais eficientes. Também proporciona uma forma regular de monitoramento e a avaliação de mudanças dos nutrientes no solo, possibilitando, por consequência, aumentar a intensidade de cultivo de forma sustentável, ajudando a manter a boa produtividade do solo ao longo dos anos.

Nesse contexto, por meio de seu corpo técnico a Copagril disponibiliza aos cooperados ferramentas e orientações que auxiliam no diagnóstico preciso da fertilidade do solo, por meio da análise química no método convencional ou do pacote tecnológico que está inserido no Programa ProSolo Copagril, o qual consiste no mapeamento detalhado da fertilidade do solo, realizado a partir da coleta de solo, análise e interpretação de dados, que indicam os níveis de nutrientes e recomendações precisas para a correção.

Análises de solo

No Programa de Correção e Adubação do Solo (ProSolo) da Copagril, a análise é baseada em sistemas georreferenciados de amostras e de aplicação de insumos a taxas variáveis, portanto, com doses ajustadas à condição agronômica de cada ponto dentro da lavoura.

Confira os principais passos da coleta:

Georreferenciamento da área;

Elaboração dos mapas de fertilidade a partir da combinação das coordenadas geográficas e os resultados das análises;

Elaboração dos mapas de aplicação, indicando a correção onde for necessário.

Distribuição do corretivo ou fertilizante a taxas variáveis. As informações dos mapas são inseridas em um sistema computadorizado do trator/caminhão aplicador, que lê a quantidade e localização exata onde os corretivos e/ou fertilizantes devem ser aplicados.

“O programa se distingue da agricultura tradicional por seu nível de manejo. Nesse sistema não se administra uma área inteira como uma única unidade, e sim subdivide a propriedade em pequenas áreas distintas”, enfatiza Genésio. Dessa forma, o programa permite ao produtor obter uma melhor tomada de decisão, minimizando o custo e ao mesmo tempo mantendo o equilíbrio nutricional do solo de suas áreas.

Prática

O cooperado Tarciso Hentz, da Linha Flor da Serra, em Quatro Pontes, fez a coleta de solo via ProSolo Copagril em abril de 2018 em sua lavoura e no mesmo ano realizou as devidas correções a taxas variáveis, de acordo com o resultado do mapeamento, utilizando o caminhão com aplicação em taxa variável da cooperativa. “Nós vimos que era necessário, pois havia muita diferença de tamanho das plantas na lavoura”, relata o produtor, que conta com apoio da esposa Marli e do filho Alex na condução da propriedade. “Além disso, temos que acompanhar a tecnologia e aproveitar que ela está disponível e ao nosso alcance”, acrescenta Tarciso. Segundo ele, após a aplicação as lavouras cultivadas passaram a ter muito mais uniformidade, além de resultar em maior produtividade. “Vale a pena toda vida. O solo é o nosso pão, temos que investir nele. Eu faria de novo e recomendo”, conclui Tarciso.

Potencial produtivo

Segundo o agrônomo Genésio Seidel, a aplicação do ProSolo é importante para alcançar equilíbrio na fertilidade do solo onde os cooperados estão implantando as culturas, para que consigam obter o máximo potencial produtivo de suas lavouras, proporcionando produzir mais em uma mesma área de plantio. Para que o ProSolo seja realizado os cooperados podem entrar em contato com a assistência técnica Copagril mais próxima de sua propriedade para realizar o agendamento.

Diante disso, a Cooperativa disponibiliza várias ferramentas tecnológicas que possam auxiliar os cooperados a alcançar níveis ainda maiores de produtividades gerando assim maior sustentabilidade no meio agrícola.

Fotos:


Outras Notícias:


Sede Administrativa
Rua Nove de Agosto, 700
Marechal Cândido Rondon - PR
CEP: 85960-000

Fone: (45) 3284-7500 -
Redes Sociais
SAC
Copyright® Copagril - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade Produzido por BRSIS