notícias

Conversão alimentar na avicultura: menores índices, melhores resultados

24/06/2019

Conversão alimentar na avicultura: menores índices, melhores resultados
O associado Tadeu Lewandowski, o funcionário da granja Sidnei Skrzypczak, e a médica veterinária da Copagril, Suele Raquel Pauletti

A taxa de conversão alimentar é um dos indicadores mais importantes na avicultura moderna. Esta medida de produtividade animal é definida pelo consumo total de ração, dividido pelo peso médio do lote. A alimentação representa aproximadamente 65% do custo do frango, por isso o desafio é constante para conseguir melhorar este indicador.

A evolução da conversão alimentar foi muito grande nas últimas décadas, permitindo sair de um patamar de mais de 2,0 kg de ração para formar um kg de carne para as atuais taxas de 1,7 kg de ração para 1 kg de carcaça e observa-se uma tendência de se aproximar cada vez mais do 1 kg de ração para 1 kg de carcaça.

Para proporcionar a expressão do máximo do potencial genético das aves é preciso garantir a aplicação das boas práticas de manejo em toda as fases de criação.

Um dos fatores de manejo que mais influência na conversão alimentar é a temperatura, pois as aves dependem do ambiente para manter a temperatura do corpo. No ambiente frio, como no inverno, a necessidade de ração para manutenção da temperatura corporal é maior, daí a importância do aquecimento na fase inicial da criação. Mas em um ambiente quente, como no verão, as aves diminuem o consumo e também perdem energia para poder regular sua temperatura corporal. No ambiente ideal, respeitando a idade e a necessidade de temperatura de cada fase, as aves terão seu melhor desempenho.

Outro fator ligado à temperatura é a ventilação, importante na remoção de gases, umidade e poeira, além de melhorar a sensação térmica e ajudar na perda de calor nas fases finais.

Água

A qualidade de água também é um fator que afeta diretamente a conversão alimentar. O fornecimento de água fresca e limpa é fundamental para o bom resultado na atividade. As aves devem consumir mais que duas vezes o volume de água que de ração. Quanto ao manejo da água, a regulagem dos equipamentos é o mais importante, a altura e pressão do nipple devem ser periodicamente ajustadas. Além disso, a água clorada previne a contaminação do lote por microrganismos.

Desperdício

O desperdício de ração com falta de cuidados no equipamento (silos, caixas e comedouros) afeta bastante a conversão alimentar, mas é a presença de animais refugos que mais contribui negativamente para o resultado do lote. A recomendação é fazer a eliminação das aves problemáticas assim que as identificar. Da mesma maneira, a mortalidade nas últimas semanas, geralmente por calor devido à ineficiência e subdimensionamento dos equipamentos de ambiência pode prejudicar o resultado e pôr a perder o trabalho de um lote inteiro. Isso porque tanto a refugagem quanto a mortalidade no período final do lote fazem com que a ração consumida por estas aves que não vão chegar ao frigorífico tenham seu consumo destinado à divisão entre o restante do lote.

Resultados

Os problemas de taxa de conversão alimentar representam algum tipo de prejuízo para o produtor de frango de corte e geram um impacto econômico significativo para ele e, principalmente, para a empresa integradora. Além dos fatores descritos, a qualidade da ração, a presença de doenças, condições da cama e até a luminosidade interferem neste indicador. Qualquer fator que reduza o consumo de ração, o crescimento ou prejudique a saúde do frango de corte impactará negativamente a taxa de conversão alimentar do lote. Corrigir um problema de taxa de conversão requer comunicação e o produtor pode contar com toda a equipe técnica do Fomento de Aves da Copagril para orientar no que for necessário visando resolver os problemas que interferem na conversão alimentar.

Remuneração

Atualmente um grande número de empresas de avicultura têm atrelado o pagamento dos produtores aos resultados de conversão alimentar, pois como citado anteriormente, a alimentação representa maior parte do custo do lote e essa importância econômica é fundamental para um ramo da pecuária que está cada vez com as margens mais exprimidas.

Bons índices

Para o produtor integrado da Copagril, Tadeu Lewandowski, morador do distrito de São Roque, em Marechal Cândido Rondon, todos os detalhes são importantes para alcançar o resultado final do lote.

Tadeu tem conquistado os melhores índices de conversão alimentar entre os associados da cooperativa e, indagado sobre como alcança esse resultado, ele cita diversos pontos. O primeiro deles é lembrar que a temperatura do ambiente não é a mesma da cama. “A temperatura da cama é muito importante, por isso antes do alojamento aqueço um pouco acima da recomendação, pois a cama perde calor muito fácil”, revela.

A temperatura da água é mais um cuidado especial do produtor, que desenvolveu uma forma especial de realizar o flushing. “As aves gostam de água fresca e não quente. Pensando nisso, na primeira semana do lote eu deixo água ‘corrente’ no encanamento, por meio de uma torneira que leva água para fora do aviário, de forma encanada”, relata Tadeu. Segundo ele também é preciso fazer constantes ajustes no nipple para garantir uma vazão adequada de água.

A regulagem adequada de comedouros é mais um ponto relevante, assim como a quantidade de ração fornecida, conforme a fase. “Após os 28 dias fazemos um controle maior da ração, para evitar que os frangos se engasguem ou enfartem”, afirma Tadeu, que usa a estratégia de luz acesa o dia todo nos aviários. “Instalei placas solares para reduzir custos com energia”, revela.

Alinhando corretamente todos os fatores é que Tadeu tem alcançado os melhores IEPs na atividade.

Três gerações

A família Lewandowski é cooperativista há três gerações. O pai de Tadeu, senhor Venceslau (in memoriam),foi associado na década de 1970. “Meu filho Juliano completou 18 anos e se associou também”, relata Tadeu, que é associado desde 1987, quando tinha 24 anos.

A Copagril foi a responsável pela permanência da família no campo, ao proporcionar a diversificação visando à viabilidade da produção agropecuária. “Para nós a cooperativa é uma grande parceira e tem um papel fundamental na vida da nossa família”, afirma o associado, atualmente com 55 anos.

Para Tadeu, a avicultura foi um marco na história da cooperativa. Ele sempre acreditou no projeto e por isso foi um dos primeiros a entrar no sistema de integração, tendo alojado 87 lotes. “Nosso aviário recebeu o segundo lote alojado na história da Copagril. Hoje temos dois barracões”, conta, lembrando que está no nome da esposa Venilda, que também é associada. “Agora, além da renda da produção de aves temos adubo para a lavoura e algumas vezes vendemos cama de aviário. Com e melhora na produtividade de soja e milho já tivemos até premiações. Então estamos muito contentes com a nossa parceria”, conclui Tadeu Lewandowski.

Outras Notícias:


Copagril é homenageada em três categorias no prêmio Região 201920/08/2019 Copagril é homenageada em três categorias no prêmio Região 2019

A Cooperativa Agroindustrial Copagril foi homenageada no último sábado (17) em três categorias no prêmio Região 2019, um dos mais prestigiados prêmios da... ...


Sistema Campo Limpo é referência mundial em destinação de embalagens16/08/2019 Sistema Campo Limpo é referência mundial em destinação de embalagens

O próximo domingo, 18 de agosto, é o Dia Nacional do Campo Limpo, uma data de referência para reforçar a importância da destinação correta de embalagens,... ...


Produtores de suínos passam por curso de capacitação para certificação14/08/2019 Produtores de suínos passam por curso de capacitação para certificação

Produtores de suínos participam nesta quarta-feira (14) do segundo dia de treinamento para certificação das unidades de produção. O curso, que iniciou na... ...


Produtores devem ficar alertas para surto de raiva13/08/2019 Produtores devem ficar alertas para surto de raiva

O recente surto de raiva no Paraná fez com que a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) emitisse um alerta, que destaca a importância de o pecuarista... ...


LocalizacaçãoSede Administrativa
Rua Nove de Agosto, 700
Marechal Cândido Rondon - PR
CEP: 85960-000

Fone: (45) 3284-7500 -
Redes SociaisSAC
Copyright® Copagril - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade Produzido por BRSIS