Notícias

Copagril Futsal: Rick fratura a clavícula e ficará mais de um mês em recuperação

27/09/2017

O pivô da equipe Copagril/Sempre Vida/Sicredi/Marechal Cândido Rondon, Cleiton Henrique Aparecido Fereira Alves (Rick) sofreu um desmaio no treino de ontem (26), que foi realizado no Ginásio Ney Braga, e devido à queda bateu o ombro no chão e fraturou a clavícula.

O fisioterapeuta da equipe, Tiago Duarte Vieira, acompanhou o atleta em sua ida ao hospital e esclareceu os comentários sobre o problema do atleta, já que alguns meios divulgaram que ele foi vítima de um mau súbito. “O atleta teve uma tontura, seguida de um desmaio e menos de 10 segundos após a queda já havia recuperado a consciência. Será refeita toda a bateria de exames cardiológicos para se descartar algum problema cardíaco ou vascular, e exames neurológicos para identificarmos a possível causa da perda de consciência. Mas, pela avaliação inicial do médico, foi algo leve, relacionado à temperatura e desidratação, já que os exames cardiológicos realizados na avaliação do atleta em sua chegada ao clube estavam todos normais”, declarou o fisioterapeuta.

Recuperação

Tiago também estipulou o período que o atleta deverá ficar em recuperação. “Com a queda e a fratura na clavícula que o atleta sofreu, ele deverá ficar de 30 a 40 dias afastado dos trabalhos da equipe para que a lesão se consolide. Após esse período ele voltará a fazer os trabalhos de transição”, explicou Tiago Duarte.

Afastados

Com Rick fora das quadras, a Copagril está com dois pivôs em seu departamento médico: além do atleta que sofreu a lesão na clavícula ontem, Ronaldo também está afastado até o fim da temporada para se recuperar de uma cirurgia no joelho, em virtude uma lesão no ligamento cruzado.

REDES SOCIAIS

FACEBOOK

TWITER

YOUTUBE

INSTAGRAM

Copyright® Copagril - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade Produzido por BRSIS